Pirataria de Livro

Como assim pirataria de livro, Tai?

Significa que alguém consegue um PDF de um livro (que não seja propriedade pública) e começa a repassar para outras pessoas lerem este livro via PDF sem custos.

Pontoações:

  • Eu sei que livro é caro.
  • Eu sei que é tentador.
  • Eu sei que todo mundo adoraria ler tudo de graça.
  • Mas também sei que por detrás daquele livro tem um autor, um escritor dedicado, uma pessoa que tá tentando ganhar a vida dignamente com seu trabalho.

Esclarecidos estes pontos, gostaria de comentar sobre a situação que fiquei sabendo recentemente via Samanta Holtz e Carol Mariotti (do Blog Leitura Virtual).

Algumas pessoas estavam repassando PDF de autores nacionais por aí, entre amigos ou fãs ou sei lá quem mais. A/o autora/or do livro pediu que parassem pois estava descontente com aquela situação – que, veja bem, é COPYRIGHTS INFRINGEMENT: CRIME DE PIRATARIA DE OBRA ARTÍSTICA POR DIREITOS DE AUTOR – e os tais repassadores de PDF, sentindo-se muito ofendidos, lançaram uma campanha contra autores nacionais, contra livros nacionais!!!! #absurdo

Gente, eu fiquei tão chocada que precisei vir aqui escrever esse post.

Como vocês já perceberam, eu estou meio sumida, mas é porque o combo “faculdade + especialização” tá bem puxado nesse semestre. Só que não dá pra passar batido sobre isso.

 

Essa situação chocou demais dentro do meu peito. Eu quero ser escritora, lançar meus livros, estou disposta a pagar pela publicação deles na editora que me aceitar e que eu curtir, mas eu gostaria de poder viver disso. Tristemente, eu sou meio pessimista e acho difícil no Brasil alguém conseguir viver de escrever…

Então, quando coisas assim acontecem, eu sinto que “olha lá, não vai dar pra sobreviver de livro…“. É pra entristecer qualquer profissional da escrita!

IMG_20151014_183850922_HDR

Ajude Tai e outr@s a serem as novas Clarice do futuro

As pessoas pagam para psicólogo, advogado, médico, mas para escritor não. E olha que tem muito escritor salvando as nossas vidas não só do tédio, mas da solidão e tristeza também. Eu acho tão chato pensar que essa pessoa que se esforçou tanto para escrever e vender seu livro, sua obra prima, seu rebento, tá sofrendo falcatrua dos próprios leitores!

Gente, quer ler um livro que não pode comprar? VÁ NA BIBLIOTECA! PEÇA EMPRESTADO PROZAMIGO! ESCREVA PARA A AUTORA E DIGA: QUERO LER E NÃO TENHO CONDIÇÕES FINANCEIRAS! Certamente iniciar uma corrente do bem de “leia um livro e o passe adiante para outra pessoa também poder ler e amar esse autor” seria amplamente divulgada nos meios online da vida, e daria super certo!

Não faça esse autor desistir de seu sonho porque ele não está vendendo, tendo sucesso, alcançando as metas da editora.

Esse autor, na maioria das vezes, não é nada diferente de você. Ralou pra escrever, ralou pra publicar, às vezes ainda tá pagando a publicação, ta ralando para vender e conseguir ser bem sucedido como escritor… Vamos ter mais empatia com esse trabalhador, com essa profissão que alivia nossas dores e nos diverte e nos faz chorar nas horas vagas.

Por favor, se algum dia você for baixar um PDF de autor nacional que tenha copyrights, pare um segundo e se lembre de mim. Vai ver eu sou tua amiga da facul, ou a mina do grupo feminista da cidade, ou tua coleguinha da escolinha/colégio/cursinho, ou tua parente, ou tua ex, ou a garota que fez uma palestra e você decidiu seguir, ou a moça que voluntariava no mesmo local que você… Eu sou essa moça que tá tentando um dia publicar um livro, e a compra do meu livro pode garantir que eu possa ter mais esperanças sobre a minha vida e as minhas possibilidades como autora. Porque o meu livro é o meu ganha pão e a compra desse livro significa “meu salário”, é meu passe para um novo lançamento, uma boa contratação, e também para garantir que você continue tendo coisas minhas para ler.

Me colocar no lugar do autor facilitou no exercício de empatia? Se não, coloque um amigo/a teu que também escreva, ou que componha, cante, atue… faça miçanga na praia como alguns de nós psicólogos.

Humanize os autores, eles também precisam que você se lembre deles, não só dos personagens e de um enredo legal.

Lembre-se sempre que a literatura Brasileira precisa de apoio e incentivo, senão sempre serão só Clarice e Machado, mas nenhuma Tainara chegará lá…

Deixo vocês com o vídeo esclarecedor da Carol Mariotti:

As melhores inspirações!

Tai.

 

Anúncios

2 pensamentos sobre “Pirataria de Livro

  1. É, eu fiquei sabendo dessa campanha absurda. Algo como “se eu não sou leitor, você não é escritor”, não é? Esses banners tomaram conta dos grupos do Wattpad. Eu concordo em gênero, número e grau com você. Eu confesso que tenho alguns PDF’s aqui, porque sou usuária de um site que os disponibiliza, mas é porque infelizmente Belo Horizonte tem UMA biblioteca boa, e a ótima mesmo só na UFMG. De qualquer maneira, isso não é uma desculpa.

    O que toca naquele assunto que eu te falei sobre o tráfico de PDF’s de fanfics. Apesar de ter uma linha de pensamento diferente dessa que você escreveu, em algum ponto elas coincidem. Os autores nacionais estão sendo completamente ignorados pelos leitores, e isso é alarmante. Quando comecei a campanha, muitos me falaram (em outras palavras, claro): você está pegando o boi de alguém amar sua história e ter o carinho de repassar.

    Peraaaí, porra! Pegando o boi? Passo meses da minha vida escrevendo algo e estou pegando o boi de alguém gostar disso? Se gostam é porque eu me dediquei a isso. Já estou meio que de saco cheio disso, porque sofro essa falta de respeito tanto no lado de escritora como no de artista.

    E isso está influenciando o meio literário. Se você der uma busca na Amazon, escritoras independentes vendem seu livro por R$1,99 porque acham que se venderem pelo que vale (uns R$25,00, talvez?), ninguém compra. Ou seja, é o escritor à mercê do leitor, e não ao contrário.

    Não há respeito, infelizmente.

    Ótimo texto como sempre, Tai 🙂

    =*

    Curtir

  2. Ma como que é? Eu graças a Merlin não fiquei sabendo dessa m*rda ou tinha dado barraco. Gente, como assim?
    Lógico, não sou inocente, já baixei PDF de livro, porém, livros que não chegam no Brasil, não foram traduzidos ou que pra comprar e importar custam uma imensa fortuna o envio, porque o livro está em um preço normal.
    Sério, é caráter. Eu quero viver de escrever e tenho me planejado por anos pra isso, mas tenho também desanimado por anos por isso. Ninguém mais respeita a leitura, ninguém mais respeita o autor. Fico lendo reviews que recebo em fics – um outro mundo, claro – e fico pasma. Leitores não mandam na leitura, leitores deveriam agradecer, sem escritores não existiriam leitores. Gente, é só pensar.
    O que me irrita na verdade é que por muito tempo se teve apenas papel e pronto, agora com a facilidade da internet, as pessoas acham que limites também ficaram para trás. O que na verdade é o contrário, deveriam existir ainda mais limites com relação a publicação. Eu não pretendo lançar meu livro em papel, quero apenas online, mas isso me deixa com um severo medo de lançar qualquer coisa.
    E na boa, desanima qualquer cristão a falta de respeito e noção das pessoas. Só espero que não desanime os autores ao longo dos próximos anos, porque eu simplesmente amo ler e ler e escrever são duas coisas que me trazem prazer.

    Tai, lógico que compro seu livro, lança logo! ;D

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s